Alcançar a promessa - Parte 1



Texto Base: Números 20:2-12

Introdução: Deus chamou a Moisés e revelou a ele que tiraria o seu povo da escassez e escravidão do Egito e neste encontro Deus revelou ainda que os levaria a uma terra boa, ampla, deleitosa, terra que mana leite e mel, terra de abundância. Neste grande projeto de libertação, Moisés foi escolhido para estar à frente, e consequentemente era parte integrante dessa grande promessa.

Mergulhando na história de Moisés, vemos que infelizmente ele não chegou a terra da promessa, conforme está escrito em Deuteronômio 34:4-5 (leia).

O que faltou na vida deste homem para que alcançasse a promessa de Deus?

Em Números 20:2-12 encontramos as repostas que necessitamos:

Primeiro faltou obediência - Deus mandou falar a rocha e não bater na rocha. Todo líder seja na família, no ministério, precisa ter sensibilidade a voz de Deus. O que Deus mandou fazer? E o que Moisés fez? Moisés desobedeceu.

Quando desobedecemos, endurecemos, fechamos os ouvidos a voz de Deus inevitavelmente sofremos as consequências. O resultado da desobediência na vida de Moisés foi o pior possível, ele não entrou na terra da promessa.

Na verdade, não faltou obediência apenas em Moisés, faltou também na maioria do povo. Deus disse em Deuteronômio 5:29 “Quem dera que eles tivessem tal coração que me temessem, e guardassem em todo o tempo todos os meus mandamentos, para que bem lhes fosse a eles, e a seus filhos para sempre! Ainda hoje creio que Deus está externando essa mesma expressão em relação a muitos líderes e muitos discípulos.

Tem gente hoje que quer obedecer pela metade, outros obedecer apenas no que é de seu interesse.  Moisés poderia se justificar que mesmo batendo a água jorrou, mas os fins nunca vão justificar os meios.

Muito importante: A obediência está intimamente ligada ao respeito, a honra, a humildade, a fidelidade, a disciplina. Infelizmente em relação a falta da obediência todos sempre tem uma razão, uma desculpa: “eu não obedeci em tudo, mas...”, “A culpa não minha...”, “fiz errado, mas Deus conhece meu coração”.

Quando não obedecemos precisamos reconhecer que não há justificativa. Quem não obedece é arrogante, orgulhoso, senhor de sua própria vida, rebelde.

Na igreja tem gente que diz: gosto do apóstolo, mas não gosto da apóstola, ou vice versa e deixam de obedecer por causa de preferência, obediência está acima disso, é exercício de honra, fidelidade, lealdade.

Só quem obedece alcança a promessa. Moisés se estressou com o povo e deixou de ouvir a voz de Deus para ouvir as murmurações, cuidado com isso que nada e ninguém atrapalhe seu relacionamento com Deus.

Compartilhar: