Santidade



Texto Base: Daniel 1: 3-20.

Introdução: A nossa principal chamada como igreja é a santidade. Temos este grande desafio, nos manter santos diante dos apelos de satanás, do mundo e da carne. Todos os dias, nos encontramos cercados por conceitos que contrariam a Palavra de Deus e precisamos vigiar para não ceder.

Como cidadãos do Reino de Deus, nossa conduta deve estar apoiada nos princípios que Ele estabeleceu.  Princípios que moldam nosso caráter e norteiam, direcionam nossas vidas. Não se contaminar com o mundo é permanecer fiel a estes princípios.

Daniel resolveu, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia. Decidiu permanecer dentro dos padrões de conduta que Deus estabeleceu. Esta deve ser nossa posição, não podemos negociar princípios e valores espirituais.

Podemos até ser tentados a abrir mão de nossas convicções de fé, mas precisamos nos manter firmes e decididos. Não podemos em hipótese alguma ceder aos apelos, das circunstancias, da conveniência.

Quando decidimos nos manter em santidade:

1) Manifestamos o caráter do Reino
Precisamos tomar muito cuidado, para estar no mundo sem se contaminar com ele. O apóstolo Pedro em sua segunda carta no capítulo 3 e versículo 17 recomenda: “Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano dos homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados, e descaiais da vossa firmeza”.
Pelas circunstancias Daniel se contaminaria, ele estava longe de sua terra, de sua família, era escravo, poderia até ser morto por descumprir uma ordem do Rei, estava emocionalmente abalado, mas não negociou os princípios, manifestou o caráter de reino de Deus.

2) Alcançamos a excelência na autoridade
Em razão de seus posicionamentos, Daniel galgou postos de autoridade altíssimos na Babilônia.
No governo de Nabucodosor (ler Daniel 2:48), no governo de Belsazar (ler Daniel 5:29), no governo de Dário (ler Daniel 6:3)

Quando decidimos não nos contaminar, crescemos em autoridade. Não outra forma de adquirir autoridade, a autoridade só se estabelece na vida de alguém que decide não se contaminar.

Conclusão: Entre agradar a Deus e os homens, precisamos escolher o Senhor. Nossa vida deve ser um testemunho de amor e dedicação a Deus. Daniel mesmo diante de ameaças nunca negociou sua fé, nunca trocou seus valores pelos valores da Babilônia.

Compartilhar: