Deus é Fiel




Texto Base: Gênesis 37:1-11

Introdução: José ainda em sua juventude recebeu de Deus um sonho que aos olhos dos seus irmãos, jamais se realizaria. Ele sonhou que um dia estaria num lugar de governo, de autoridade tão alto que todos se curvariam diante dele. Por causa dessa visão teve que enfrentar muitos obstáculos, foi lançado em uma cova profunda e quase perdeu a vida, logo em seguida foi vendido como escravo aos ismaelitas, foi parar no Egito onde inicialmente serviu a Potifar.  

Quando tudo parecia estar contornado, a mulher de seu senhor o acusou injustamente de assédio e ele foi lançado no cárcere.

José passou por muitas aflições, mas viu a realização do sonho que Deus plantou em seu coração. Após interpretar o sonho de faraó e dar a ele a instrução do que deveria fazer para que seu povo não sofresse em sete anos de escassez, recebeu dele a autoridade para governar seu império.

Gênesis 41:42-44 - “E tirou Faraó o anel da sua mão, e o pôs na mão de José, e o fez vestir de roupas de linho fino, e pôs um colar de ouro no seu pescoço. E o fez subir no segundo carro que tinha, e clamavam diante dele: Ajoelhai. Assim o pôs sobre toda a terra do Egito.

E disse Faraó a José: Eu sou Faraó; porém sem ti ninguém levantará a sua mão ou o seu pé em toda a terra do Egito”.

A história de José confirma que nosso Deus é fiel. Ele sempre cumpre suas promessas, realiza os sonhos que nos fez sonhar. O sonho se cumpriu integralmente na vida de José por três razões:

1) José cultivava íntima comunhão com o Pai

Só quem tem intimidade com Deus recebe a sua direção, recebe os sonhos de Deus. O homem natural caminha sem saber onde vai chegar, todos os dias são escuros, sem perspectivas.

José por ter intimidade com Deus conhecia Seus propósitos o que lhe deu forças para não desanimar, não desistir. Foi jogado no poço, sofreu injustamente, mas conhecia Deus e o que Deus havia reservado a ele. Precisamos chegar nesse nível de intimidade para não desistirmos diante das oposições e dificuldades que se levantam.

2) José era fiel ao Senhor

Como escravo no Egito, foi assediado pela mulher de Potifar, mas não cedeu a tentação. Leia Gênesis 39:11-20.

Aos olhos do mundo ele não teria nada a perder, mas José sabia o que era santidade e fidelidade. Infelizmente tem muita gente que prefere ser fiel ao homem, as suas paixões e vontades que ao Senhor.

3) José sabia aproveitar as oportunidades

Há uma grande diferença entre ser oportuno e ser oportunista. Oportunista é quem se aproveita de outras pessoas, buscando obter vantagens pessoais. José é exemplo de homem oportuno. José mesmo preso quando foi chamado a presença de Faraó não agiu como pobre coitado, mas interpretou o sonho que perturbava faraó, mostrou o que iria acontecer no Egito nos próximos 14 anos no Egito apontou a solução. 

(Leia Gn 41:32-37) Diante de Faraó não se intimidou, não apenas interpretou o sonho como deu a solução para o tempo da escassez. José aproveitou a oportunidade e foi levantado como governo sobre todo o Egito.

Conclusão: Nosso Deus é fiel, assim como ele realizou os sonhos que ele plantou em José, todos os sonhos que Ele tem plantado em seu coração, também se realizarão.

Compartilhar: