Glória de Deus



Texto Base: Êxodo 19:16-18

Introdução: Em Êxodo 3 Deus apareceu a Moisés e revelando que tiraria o seu povo da escassez e escravidão do Egito, para leva-los a uma terra boa, ampla, deleitosa, terra que mana leite e mel, terra de abundancia.
Logo após esse encontro Moisés se levantou e retornou ao Egito e em pouco tempo Israel se viu livre da escravidão, iniciando a caminhada em direção a terra promessa. Após a travessia do mar vermelho, novamente o Senhor aparece a Moisés e dessa vez a vista de todos. 

O que me chama atenção é que novamente Deus aparece a Moisés usando a figura do fogo que representa a manifestação da sua Glória. Tanto na primeira quanto na segunda vez Deus se manifestou Moisés com o poder da sua Glória. No primeiro encontro uma sarça de fogo ardia e não se consumia e no segundo encontro, diga-se de passagem, no mesmo lugar, no Sinai, a figura do fogo também estava presente, dessa vez numa intensidade muito maior. O fogo ampliou e já não era apenas em um arbusto, mas todo monte fumegava.

Diante do desafio de ver um povo liberto, vivendo na terra que mana leite e mel era necessário a manifestação Glória de Deus. Moisés estava vivendo como um simples pastor de cabras, vivendo longe dos propósitos para o qual havia sido criado e com presença da Glória ele se levantou e assumiu a postura do grande libertador de Israel.

Quanto maior for a glória de Deus em sua vida, quanto maior for a presença do Espírito em você, maior será a sua transformação renovação, fortalecimento.
Deus manifestou e manifesta sua glória ainda hoje com seguinte intenção:

1) Fortalecer seu povo para vencer os inimigos.

Hoje nossa luta não é contra carne e sangue, mas isso não significa não temos um adversário. O nosso inimigo não é visível, mas existe e somente envolvidos na glória, no poder de Deus podemos enfrenta-lo e vencê-lo.

Deus sabia que seu povo, Israel teria que enfrentar os inimigos no trajeto que os conduzia a terra da prometida e manifestou sua glória. Mais tarde realmente os amalequitas se levantaram contra Israel em Refidim. Moisés subiu ao monte estendeu suas mãos e o povo liderado por Josué venceu o adversário.

2) Prover o seu povo em meio ao deserto

No trajeto até a terra da promessa era impossível que houvesse alimento e água para sustentar tanta gente. No deserto homens experientes em sobrevivência tem dificuldade de se manter, imagina mais um povo com mais de 3 milhões de pessoas?

Mas por causa da Glória, os céus se abriram e todos os dias descia o maná. Até os ventos contrários agiram em favor do povo trazendo carne de codorna. Não tinha água? Por causa da Glória ela foi gerada.

Conclusão:  Deus envolveu o seu povo com a sua Glória e eles alcançaram integralmente a promessa da posse da Terra que mana leite e mel

É certo que Moisés não entrou na terra, mas promessa não estava condicionada a ele. Deus havia dito que faria seu povo habitar numa terra prospera e cumpriu. 

As vezes olhamos para um lado e para o outro e vemos uma realidade completamente diferença da promessa. Olhamos e vemos o nosso povo vivendo no deserto do pecado, da religiosidade, da miséria, da violência.  Nossa cidade não pode viver em outra realidade, a Glória de Deus precisa se manifestar mudando completamente esse quadro.

Compartilhar: