Voltando os olhos para Deus -Parte 1





Texto Base: Salmos 73

Introdução: Nunca se viu um tempo tão tenebroso como o que estamos vivendo hoje. Muitas pessoas que foram resgatadas literalmente da lama, do pecado, do inferno, experimentaram a graça de Deus, foram tremendamente abençoadas por Ele, simplesmente viraram as costas e voltaram para o mundo.

Em nossa nação, há uma triste estatística em relação a isso. Há hoje em todo o país entre 30 e 40 milhões de pessoas que um dia já estiveram na igreja e hoje estão afastados de Deus, da comunhão dos santos, estão desviados. Entre esses podem ser contados aqueles que um dia já ocuparam cargos de liderança na casa de Deus como líderes de célula, e até mesmo pastores.

Nós conhecemos muitas pessoas que vivem essa realidade, e as vezes nos perguntamos o que levou essa gente a queda?

O Salmo 73 nos dá um norte, através da vida de Asafe podemos imaginar o que leva o homem a queda, o que faz o crente se afastar de Deus, e se tornar um desviado.  O texto mostra um conflito que havia na alma de um levita, na vida de alguém que servia no altar. Asafe um dos principais levitas nos tempos de Davi, servo de Deus maduro, declarou que por um momento ele quase se desviou dos propósitos de Deus.

O que levou Asafe a quase se desviar e tem levado hoje muitos crentes a queda:

1) A primeira razão que podemos apontar é a inveja

O versículo 3 é revelador, nele esta contido a afirmação desse levita: “eu tinha inveja dos néscios”.

A inveja é um sentimento terrível, destruidor, a bíblia declara em provérbios 27:4 “quem poderá enfrentar a inveja?”. A inveja faz o homem de Deus desviar os olhos dos céus e voltar-se para as coisas da terra, a inveja corrompe, traz amargura para a alma.
E hoje muitos estão na mesma condição de Asafe, quantas vezes ouvimos da boca de crentes que o fulano ou ciclano não são crentes, não servem a Deus, mas tem uma vida confortável, quase que dizendo: “eu que sirvo a Deus, não tenho a mesma condição”, “como gostaria de ter o que ele tem”.

O que é mais triste é que Asafe sentia inveja do não crente, mas hoje muitos sentem inveja até mesmo dos seus irmãos.

Querido se alguém está prosperando eu não tenho nada haver com isso. Não posso tirar os meus olhos de Deus e voltar para terra e me amargurar pelo que não tenho.
Meus olhos precisam estar focados em Deus, sabendo que minha vida está em suas mãos e que estou vivendo de acordo com Sua vontade.

Alguns não prosperam, não enriquecem, porque Deus sabe que se isso acontecesse estariam condenados ao inferno.

Será que hoje você pode dizer: Senhor seja feita a tua vontade em minha vida?

Conclusão: Que o Senhor fortaleça nossa alma, nos ajude a vencer os sentimentos que se levantam para nos derrubar.

Compartilhar: