Marcados para Conquista

Texto Base: Gênesis 17: 9-14

Introdução: Neste texto que lemos observamos que o Senhor pede a Abraão um sinal visível de aliança. Deus queria que Abraão e todos os seus descendentes do sexo masculino tivessem em seus corpos uma marca de aliança, de compromisso com Ele. A circuncisão, teria um significado espiritual profundo. Por causa da marca no corpo, Abraão e todos os seus descentes receberiam o direito de tomar posse de todas as promessas que o Senhor havia feito.
 
Deus pediu a Abraão uma marca física que representasse a aliança entre Abraão sua descendência e Ele. E hoje? Em nossos dias Deus, também tem o desejo de ver em cada um de seus servos uma marca, um sinal, algo que demonstre que de fato temos uma aliança com Ele. É obvio que nós que não somos judeus, mas gentios, não precisamos marcar o nosso físico, mas existem marcas espirituais que demonstravam o nosso total envolvimento com Deus e sua obra e que no dão acesso as promessas e benção do Pai.
Que marcas são essas?

A primeira marca que me dá acesso as promessas é a determinação

Infelizmente nossa geração está contaminada com incredulidade, muitos vivem literalmente em cima do muro, tomam uma decisão hoje, mas amanhã, dependendo das circunstâncias, mudam de opinião. Não podemos aceitar esse tipo de contaminação, ainda que as circunstancias sejam contrárias precisamos continuar crendo no Senhor e em suas promessas. Lembre-se sempre a determinação é a chave da vitória

A segunda marca que me dá acesso as promessas é a Perseverança

Falar sobre perseverança é importante, pois Deus nos chamou para uma grande obra. Quem não tem sobre sua vida o manto da perseverança pula do barco sem desfrutar o fruto da promessa.

Em Isaías 32:8 está escrito: Mas o nobre projeta coisas nobres, e pela sua nobreza perseverara. Um nobre projeta coisas nobres, mas é na perseverança que o caráter do nobre é revelado.

Deus nos formou como conquistadores e nos capacitou para as grandes conquistas, mas sem perseverança ninguém chega a lugar nenhum.

A perseverança é uma virtude que nos capacita a lutar até o fim, até que vejamos a realização do sonho.

É verdade, que as vezes pensamos em desistir de um projeto que aparentemente não dá certo, as vezes ainda, nos desanimamos e pensamos em deixar de servir, e até mesmo de amar. São nestes momentos que precisamos voltar nossos olhos para a Palavra e ler textos como: (Gálatas 6:9) – “E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido”, ou seja se perseverarmos vamos colher o que estamos plantando.

Não se canse de perdoar, de investir em quem você ama, de ser fiel a Deus porque a seu tempo você vai colher os frutos desta semeadura

Conclusão: Determinação e perseverança são marcas espirituais que nos dão acesso as promessas de Deus.


Assim como dói marcar o corpo, também dói marcar o espírito, mas aqueles que tem coragem de se deixar marcar alcançarão as promessas do Pai.

Compartilhar: