Não desista!

Texto Base: João 16: 32-33

Introdução: Jesus reúne seus doze e mostra abertamente que um tempo estava se aproximando, um tempo em que Ele seria entregue a morte e consequentemente, os que o acompanhavam passariam por perseguições, tribulações, aflições. Sua intenção era alertar os discípulos para uma questão que normalmente ocorre em meio a este tempo: a perda do foco (ou dispersão).

Em meio as lutas, normalmente nos dispersamos, nos escondemos buscando uma falsa segurança. Jesus sabia que esta é uma das estratégias que o inimigo utiliza para deter o avanço dos escolhidos e procurou prevenir seus discípulos quanto a isto.

Considerando o nosso tempo, percebemos que esta estratégia continua sendo utilizada pelo adversário, ele impõe aflições na família, no trabalho, no ministério, no discipulado, pois sabe que desta forma, perdemos o foco da nossa missão.

As aflições existem e sempre existirão, mas em meio as aflições Jesus deixou bem claro que nele encontramos paz.  É possível enfrentar as lutas, sem perder o foco. Jesus venceu, e cumpriu integralmente sua missão. Na oração sacerdotal ele declarou: “Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer”. (João 17:4). Em meio as aflições Jesus consumou a obra que veio fazer.

Não podemos permitir que as lutas, nos levem pra longe do propósito estabelecido por Deus. Diante das lutas precisamos lembrar que Jesus está conosco. 

Só passamos por aflições e não nos dispersamos quando:

1)  Quando confiamos inteiramente em Deus

Jesus enfrentou dor, sofrimento, cruz, e sem dúvida alguma o que não o deixou perder o foco, se dispersar foi a fé. Sua confiança não estava na multidão, em si mesmo e muito menos em seus doze, Jesus confiava inteiramente em Deus.

As vezes em meio as afrontas do inimigo nos dispersamos e fazemos isso por total falta de confiança em Deus.  Quem confia no Senhor é como os montes de Sião que não se abala, mas permanece firme para sempre.

Quando Deus chamou Josué Ele disse: Não tenha medo, esforça-te e tem bom ânimo por Eu sou contigo.  Nos sentirmos desamparados, não significa que estamos desamparados, não pra quem serve a Deus.

2) Quando temos uma visão de futuro

Quem olha somente para o hoje as vezes se decepciona com o que vê, mais quem olha pra frente, consegue ver sob a ótica do milagre, do sobrenatural. Quem tem a visão voltada para o futuro, tem a capacidade de  sentir no seu espírito a alegria de Deus.

Tem muita gente que ainda tem muito limite na fé, estão como que impedidos de olhar para o futuro. Não conseguem enxergar um palmo além do nariz. Nós cremos num Deus que projeta um amanhã de vitória, de prosperidade, de alegria, de paz, de saúde... “Tende bom animo eu venci o mundo”.

Nós cremos num Deus que tem um futuro glorioso preparado para mim e para você. Nós cremos num Deus que faz milagres!!! Em Provérbios 23:18 lemos:  Porque deveras haverá bom futuro; não será frustrada a tua esperança.

Conclusão: Em meio as lutas é tempo de lutar e não de se esconder. Precisamos lutar com confiança em Deus e com os olhos voltados para o futuro glorioso que Deus já reparou para nós!



Compartilhar: