Caminho para Jericó – Parte 1


Texto: Lucas 10:25-35
Introdução: Queridos, é triste fazer esta constatação, mais ainda hoje, muitas pessoas acreditam que pelo simples fato de participar religiosamente dos cultos, entregando ofertas, cantando, são merecedores de todas as bênçãos do céu e da salvação. Ao seu modo de ver, estas pessoas estão fazendo a vontade de Deus e podem ficar com a consciência tranqüila,  sobre a salvação.
É óbvio que participar dos cultos, ofertar, cantar é importante, mas Deus espera algo mais de cada um de nós. E mergulhando mais profundamente neste assunto, vamos compreender que Deus tem expectativas maiores a nosso respeito.
Jesus foi interrogado por um certo doutor da lei, que tinha por objetivo muito mais tentar a Jesus, que propriamente saber sobre a salvação.
Aquele homem perguntou: Mestre, que farei para herdar a vida eterna?
Jesus como um homem sábio devolveu a pergunta com outra pergunta: Que está escrito na lei? Como lês?
O homem respondeu: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo.
Esta resposta é tremenda, ela nos revela que se quisermos chamar a atenção de Deus, se quisermos de fato agradá-lo precisamos manifestar em nossa vida o dom que está acima de todos os outros, o amor.
E este amor precisa ser direcionado  a Deus. 
- Amar de todo o coração: O coração é a sede das nossas motivações. Amar a Deus de todo o coração significa entregar-se completamente a Ele reconhecendo que só Ele é fonte de Salvação é envolver-nos com Ele sem reservas, apaixonadamente, sem que nada e ninguém tome o lugar de primazia em nossa vida.
- Amar de toda a tua alma: Na alma estão as nossas vontades e emoções.
Amar a Deus com toda a alma quer dizer que não deixaremos de amá-lo - nem permitiremos que o amor se esfrie - só porque estamos tristes, desanimados, abatidos.
- Amar de todas as tuas forças: A força que temos vem do nosso vigor aliado ao nosso esforço. Para amarmos a Deus com todas as nossas forças, será necessário antes de tudo que haja completa entrega e doação da nossa vida a Ele. A partir daí, nosso amor mesmo quando temos que pagar um alto preço para servi-lo e expressar diante dele nossa fidelidade.
- Amar de todo o teu entendimento: O entendimento representa a consciência, a inteligência e a razão. Amar com todo o entendimento significa conhecer a Deus, saber sua vontade através da palavra e conscientemente decidir andar pelo que agrada o seu coração.
A fé não deve nos tornar ignorantes, mas deve conduzir nossa razão à obediência de Cristo.

Conclusão:  conta-se a história de uma irmã que encontrando-se com outra mais nova cheia de amor lhe disse: isto vai passar, eu também já fui assim. A outra respondeu no dia que este amor passar eu me converto novamente.

Compartilhar: