Gratidão

Texto Base: Efésios 5:20

Introdução: Há algumas qualidades que são essenciais a vida cristã, disposição, alegria, confiança, fidelidade, mas há uma em particular que expressa a vontade de Deus: a gratidão. O apóstolo Paulo escrevendo aos Tessalonicenses, em sua primeira carta no capítulo 5 e versículo 18 deixou isto bem claro: “Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco”.

Agradecer é valorizar. Quando agradecemos a Deus pela família, igreja, célula, discípulo, discipulador, tudo o que temos e somos estamos na verdade valorizando o que recebemos.

A gratidão gera muitos benefícios dentre os quais eu gostaria de destacar dois:

1) Gratidão atraí multiplicação

Em Mateus 15: 29-39 Jesus realiza um milagre tremendo. Com apenas alguns pães e peixes, no deserto, Ele alimenta uma multidão. Seus discípulos não estavam preparados para alimentar o povo, estavam desprovidos não só de mantimentos, mas talvez até mesmo de fé para crer num milagre tão grande. Naquele momento Jesus toma em suas mãos os pães e os peixes, e dando graças, partiu-os, e deu-os aos seus discípulos, e os discípulos à multidão. Naquele dia comeram quatro mil homens, além de mulheres e crianças.

É interessante que Jesus não repreende os discípulos por não terem providenciado comida aos famintos, não os corrige na frente da multidão, mas agradece a Deus pelo que possuía. 

A gratidão produziu uma grande multiplicação.

2) Gratidão afasta o destruidor

Há um demônio registrado na Bíblia como “destruidor”, pelo nome já se pode ter a ideia do que este espírito maligno produz. Agora como você sabe, nenhum demônio pode agir na vida de um crente se não houver legalidade. O que abre portas para este demônio é a ingratidão.

“E não murmureis, como também alguns deles murmuraram, e pereceram pelo destruidor”. (I Corintios 10:10).

A ingratidão é revelada pela murmuração. Pessoas ingratas, normalmente reclamam de tudo, estão sempre insatisfeitas com o que possuem. O que o ingrato não imagina é que esta atitude abre porta para este demônio terrível que destrói casamentos, famílias, ministérios, saúde...

Pense por um minuto comigo: se a ingratidão atraí demônio, a gratidão o afasta.


Conclusão: A boca só fala do que está cheio o coração. Que a partir de hoje venhamos encher nossos corações deste bem tão precioso que é a, para que todos os dias de nossos possam fluir palavras de gratidão.

Compartilhar: