Dracma perdida



Texto Base: Lc 15: 8-10

Introdução: Estamos em ano de Olimpiadas, e geralmente nestes tempos se ouve a respeito de muitos atletas que tem chances reais de conquistar a medalha de ouro, mas não alcançam, as expressões: “esta prata vale ouro”, “este bronze vale ouro”. Com isso a imprensa passa a imagem de que é possível ter alegria com a perda.

No texto acima a parábola mostra que uma mulher perdeu uma moeda, e mesmo ainda lhe restando nove, não se conformou com a perda, foi em busca da que se havia perdido, com a consciência de que não há alegria na perda.

Sua casa não pode ser um ambiente triste você não pode se conformar diante de uma perda, se levante e vá buscar o que está perdido.

No texto, encontramos duas atitudes que são dignas de ser imitada:

1) Ela compreendeu que ela era a pessoa mais indicada para solucionar o problema

A mulher da parábola fecha a porta de sua casa e sozinha inicia a busca do que havia perdido. Em nenhum momento da história ela pede ajuda de parentes ou vizinhos. Hoje infelizmente pais que perderam a autoridade em sua casa procuram pastores e líderes para que estes deem um “jeito” nos seus filhos.

Você que querdeu a fé, a autoridade, o respeito em sua casa busque em Deus restauração nas áreas que estão perdidas.

2) Ela compreendeu que o conformismo não pode fazer perte do histórico de quem serve a Deus
Mesmo tendo perdido apenas uma moeda ela não se conformou, se levantou e correu atrás do prejuízo.

Ela poderia ter dito: “tenho dez perdi uma, mas ainda me sobraram nove”, ou ainda, poderia ter pensado no pequeno valor da dracma e assim ter se conformado com a perda, mas sem dúvida alguma o conformismo não fazia parte do seu historico. A mulher sabia que as pequenas perdas podem trazer grandes prejuizos.

Tem gente que só paga as contas com atraso, resultado, os juros corroem seus recursos e o que aparentemente é pouco quando somado ao longo de um período se faz muito. Tem gente que tem uma expressão maligna nos lábios: “é assim mesmo”. O filho esta se rebelando e o pai diz: é assim mesmo, isso é da idade. As dívidas, a miséria, a doença esta se instalando na casa e se diz: é assim mesmo.

Não podemos nos conformar diante das perdas, precisamos nos levantar e lutar para encontrar o que se perdeu.

Conclusão: Depois que a mulher encontrou a moeda ela chama as vizinhas e faz uma festa, isto mostra que a tristeza deu lugar a alegria. Eu creio que é exatamente isso que vai acontecer em sua casa a tristeza vai dar lugar a alegria.

Compartilhar: