Passando pela Prova





Texto Base: Tiago 1:2

Introdução: Sempre que passamos pelas provas entramos em desespero, angústia, sofrimento, mas não é isso o que Deus espera de nós. Ao passarmos por provas precisamos nos alegrar, pois a cada prova que enfrentamos e vencemos nos tornamos mais fortalecidos, mais cheios de fé, mais maduros.

Tiago diz: “Tenhais por muito gozo quando passardes por muitas provas”, Deus espera que nossa postura seja essa pois quando enfrentamos a prova de cabeça erguida, estamos dizendo ao inimigo que nada e ninguém tem o poder nos separar do nosso Deus.

Sempre que falamos em provas é inevitável que não falemos sobre Jó, pois ele passou por provas e perdeu mais de 7.000 ovelhas, 1000 bois, camelos, empregados, filhos, saúde, Deus permitiu que inimigo tocasse em tudo o que pertencia a Jó, menos na vida.

Jó não compreendia o porquê estava enfrentando a prova, e ao contrário do que muitos dizem, questionou ao Senhor sobre sua condição (Leia Jó 10:1-9), amaldiçoou o dia de seu nascimento (Leia Jó 3:1-3). Ele chegou a pensar que Deus o havia esquecido, mas em um dado momento de seu sofrimento Deus se manifesta a ele como o todo poderoso e lhe que está no controle de tudo. Neste ponto, Jó se cala e compreende que o Senhor pode tudo e entra em arrependimento, a partir daí Deus começa a lhe devolver tudo em dobro.

Na prova entendemos algumas coisas:

Primeiro: Deus não está distante.

Muita gente em meio as lutas acham que Deus se calou, se afastou, está punindo.  Nosso Deus jamais se afasta de nós, basta olharmos para as lutas que já enfrentamos, em cada uma delas Deus sempre se manifestou na hora e no tempo certo com livramento, prodígio, maravilhas, milagres.

Na prova conhecemos o favor de Deus, podemos saber que Deus está no controle de tudo, Ele está sempre cuidando dos seus filhos como está escrito em  Lucas 12:22-32.

Segundo: Nossa restituição vem dobrada

O inimigo em algumas batalhas pode até ter uma aparente vitória, mas na verdade em tudo e em todas as circunstâncias a vitórias serão sempre daqueles que confiam no Senhor.

A promessa bíblica descrita em Isaías 61:7 é a seguinte: “Em lugar da vossa vergonha tereis dupla honra”. Deus não quer nos dar nada na medida, mas em dobro. Depois da cova dos leões Daniel cresceu na Babilônia e todos os seus inimigos é que foram destruídos, devorados. Hamã preparou uma forca para Mordecai, mas ele é que foi enforcado. Depois da prova Jó recebeu em dobro tudo o que perdeu (Jó 42:10-17).

Conclusão:  Precisamos ter a convicção de que as provas não vem sobre nós para nos destruir, matar mas para nos fortalecer, é por isso que diante das provas precisamos manifestar a paciência, pois como está escrito no salmo 40, quando esperamos com paciência no Senhor, ainda que estejamos num charco de lodo horrível, ainda assim Deus se levanta e nos tira de lá.

Compartilhar: